Angioplastia de membros

A angioplastia visa a restauração do fluxo arterial. É um procedimento realizado de forma minimamente invasiva e com anestesia local, feito através de uma punção na pele, com a inserção de um fino cateter na artéria, que comprime o acúmulo de placas de gordura em suas paredes, permitindo que o fluxo sanguíneo volte ao normal. Em alguns casos, também pode ser necessário o implante de stent, uma prótese metálica que mantém a sustentação da parede arterial, e/ou a dilatação com balão endovascular para manter o vaso aberto.

Tal método é indicado para situações em que o paciente apresenta isquemia crítica do membro, úlceras de difícil cicatrização (devido a doença arterial), dor durante o repouso e dificuldades para caminhar, devido ao suprimento sanguíneo precário.